Em momentos de crise, como a que estamos enfrentando, a incerteza econômica, os problemas de comercialização, o mercado sem movimentação, as vendas não fluem, tudo parece que irá desmoronar. O essencial nessas ocasiões, portanto, é perceber esses problemas e partir logo para “arrumar a casa”.

É nesse momento que a maioria dos gestores perceber que uma boa gestão financeira pode mudar todo o escopo da empresa, inclusive e principalmente seu futuro.

Alinhado à isso, os controles financeiros são as principais métricas da gestão financeira, preparando-se tanto para os momentos presentes quanto para momentos de crise.

Ao analisar os dados do negócio, o gestor financeiro encontra diversas informações que, se não entregues de maneira prática, podem ser um problema gigantesco:

  • Qual o Faturamento do mês?
  • Como está o estoque?
  • Quanto precisamos comprar para manter o estoque em dia?
  • E o lucro?
  • Quais os produtos mais saem do estoque?
  • Quais os que ficam?
  • Quanto sobrará no caixa no final desse mês?

Além desse caos numérico e de dados, o gestor está também em um papel de tomada de decisões, afinal, sem elas a empresa não possui um rumo coerente para seguir. O maior problema, portanto, é que A GRANDE MAIORIA DAS DECISÕES DO MERCADO SÃO TOMADAS COM DADOS INSEGUROS E MAL ANALISADOS.

Para que uma boa seleção de dados seja de fato visualizada, a organização é o primeiro passo para que isso aconteça. Tenha tudo catalogado!

Despesas fixas, água, luz, telefone, serviços contábeis, notas fiscais, relatórios de pagamento, relatórios de funcionamento de máquinas, fichas de custos com manutenção, entre outros. Mais uma vez: Tenha tudo em mãos!

Existem muitas maneiras de guardar esses dados: você pode anotar tudo em papéis e canetas, guardar em fichários, separar as contas em pastas ou até mesmo catalogar tudo em planilhas. O grande problema disso tudo é: Você perde muito tempo! E, não só em momentos de crise mas, claro, muito mais nesses momentos delicados, TEMPO É DINHEIRO.

Possua um sistema ERP integrado como o GestorFácil na sua empresa, por exemplo. Isso lhe entregará diversos pontos positivos:

1 – Dados completos de todos os setores de sua organização;
2 – Organização dos dados para análise;
3 – Suporte nas análises e
4 – Inteligência corporativa;
5 – Integração com quaisquer sistemas do mercado.

Além disso, ele auxilia nas tomadas de decisões em diversas situações:

  • Projeções de vendas futuras;
  • Projeções de compras futuras;
  • Previsões de faturamento;
  • Levantamento de custos e investimentos;
  • Investimentos fundamentais e secundários;
  • Disponibilidades financeiras e capital de giro;
  • Contas de clientes pagas, vencidas e o tempo de atraso;
  • Revisões e manutenção de máquinas;
  • Reposição de estoques e almoxarifados.

Possuir um software que une Inteligência Corporativa com gestão de dados é a melhor opção tanto para evitar crises como para o enfrentamento delas.

Utilizando a ferramenta exata e com uma implementação adequada, abre-se um leque de oportunidades para sair de uma crise sem nenhuma complicação, garantindo melhores resultados à curto, médio e longo prazo e prolongando a saúde da organização.

Entre em contato com a gente e saia logo da crise!